Boxeador mexicano é encontrado morto com tiros na cabeça

Três vezes desafiante pelo título mundial super galo, o boxeador mexicano Genaro "Poblanito" García, de 35 anos, foi encontrado morto na cidade de San Lorenzo Chiautzingo, em seu país, neste sábado. As informações são do site SDP.

O corpo de García foi encontrado com marcas de balas calibre .40 na cabeça. As investigações dão conta que o pugilista foi sequestrado na tarde de sexta quando viajava sozinho em sua caminhonete.

O boxeador deixa mulher e dois filhos, de sete e 14 anos de idade. O enterro está marcado para este domingo, em San Martín Texmelucan.

Genaro terminou a carreira com um cartel de 10 derrotas e 39 vitórias, incluindo 23 nocautes e triunfos contra nomes como Adonis Rivas, Mauricio Martinez, Rafael Marquez e Victor Rabanales.

Sua última luta foi no dia 28 de dezembro de 2012, em uma vitória por nocaute contra Eduardo Garcia, em Puebla (México).