EUA oferecem R$ 14,9 milhões por informações sobre terrorista

O governo dos Estados Unidos está oferecendo recompensas de até quase R$ 15 milhões por informações que levem ao paradeiro de militantes islâmicos no norte e oeste da África. O maior valor é para a localização do líder do grupo Boko Haram, Abubakar Shekau, segundo o Departamento de Estado. As informações são da BBC.

Informações sobre Mokhtar Belmokhtar e Yahya Abu el Hammam, líderes de organizações responsáveis por sequestros e ataques no continente africano, podem render até R$ 10,6 milhões.

Segundo os americanos, que oferecem recompensas menores, de R$ 6,4 milhões, para outros líderes, os militantes pertencem a grupos ligados à rede Al-Qaeda e têm como objetivo planejar sequestros e ataques terroristas contra alvos e grupos ligados a governos ocidentais.