Oposição síria deve ocupar assento na Liga Árabe

A oposição na Síria deve ocupar o assento destinado ao país na  Liga Árabe, que reúne 22 nações. Os líderes da Liga Árabe se reúnem amanhã (26) em Doha, no Catar. A informação aguarda confirmação oficial. A Síria foi suspensa da organização há dois anos com o agravamento da crise que atinge o país e que matou crianças, mulheres e homens na disputa entre oposição e governo. 

 De acordo com informações de integrantes da Liga Árabe, o lugar destinado à Síria deverá ser ocupado pelo primeiro-ministro interino Ghassan Hitto. Nesse domingo (24), o chefe da oposição, Ahmed Moaz Al Khatib, apresentou sua demissão da liderança da Coligação Nacional. 

 A crise na Síria levou a comunidade internacional a adotar uma série de restrições ao governo do presidente Bashar Al Assad, como limitações para negociações comerciais e financeiras no exterior. Assad alega que o governo é vítima de uma articulação de rebeldes apoiados por forças externas.