Cinco suspeitos confessam participação em estupro de turista suíça na Índia

Segundo informações da polícia, cinco homens confessaram que participaram no estupro coletivo de uma turista suíça na Índia. O abuso ocorreu três meses depois de um caso similar, que provocou indignação no país e internacional.

A vítima passeava de bicicleta na sexta-feira (15) com o marido no estado de Madhya Pradesh, quando foram atacados por vários homens casal. O marido foi, amarrado e a esposa violentada, diante do marido. Os criminosos também roubaram 10 mil rupias (US$ 185) e um telefone celular.

A turista suiça, com idade por volta de 40 anos, foi examinada no hospital de Gwalior, a 340 km da capital do estado de Bhopal. "A vítima e seu marido viajaram para Nova Délhi. Não era necessário que ela permanecesse no hospital aqui", disse U. C. Shadangi, chefe de polícia da localidade.

O casal de turistas viajava para o famoso palácio Taj Mahal, em Agra, um dos locais mais visitados da Índia. Os dois haviam feito uma pausa em uma localidade de Madhya Pradesh e pretendiam passar a noite em uma barraca.