Maduro diz que Chávez passa por dificuldades, mas continua governando

CARACAS - O presidente venezuelano, Hugo Chávez, continua com dificuldades respiratórias, mas "está dando ordens e trabalhando por seu povo", disse ontem o vice-presidente Nicolás Maduro.

"Ele pode dar ordens porque é o chefe da revolução e porque estamos absolutamente subordinados à sua liderança", afirmou Maduro através do canal de televisão estatal.

"As dificuldades são precisamente as que ele sempre tem vencido, com dificuldade respiratórias, com uma cânula traqueal que lhe impede de se comunicar e dar ordens sobre vários aspectos da vida econômica, política e social do país", assegurou Maduro ao se referir ao mandatário venezuelano que continua internado em um hospital militar em Caracas. 

Ele lembrou que "o Comandante Chávez entrou em tratamentos complementares, que são muito duros para qualquer ser humano, mas ali está ele, com uma vontade surpreendente".

Maduro disse que "o dia da cirurgia e o pós-operatório foram muito difíceis, mas como se fosse um milagre, por sua força e pela oração, cada etapa que parecia difícil, às vezes de máximo risco, supremos juntos".

Chávez voltou a Caracas no começo da semana passada, depois de permanecer por mais de dois meses em Havana. Em Cuba, ele foi submetido à sua quarta cirurgia para a retirada de um câncer na pélvis.

"Ele sabe que conta com nós absolutamente para o que ele diga, como o diga, quando o diga, sabe que conta com um povo porque nós somos expressão do povo", afirmou Maduro.