Manifestações na Líbia comemoram dois anos de deposição de Kadhafi

Várias manifestações estão programadas a partir de hoje (15) na Líbia em comemoração ao segundo aniversário da deposição do ex-presidente Muammar Kadhafi (morto em outubro de 2011), que é celebrado dia 17 (domingo). As autoridades líbias reforçaram os esquemas de segurança e fecharam as principais fronteiras – com a Tunísia e o Egito.

Também deverão ser suspensos os voos internacionais nos aeroportos de  Trípoli, a capital, e de Benghazi, a Leste da Líbia, que é a segunda cidade do país. Na capital, as patrulhas militares reforçarão a segurança nos pontos de controle.

Há dois anos, Kadhafi foi alvo de uma série de manifestações. Os confrontos armados acabaram em mortes, inclusive do ex-presidente e de alguns de seus parentes. Por 42 anos, a Líbia esteve sob o domínio de Kadhafi. Em outubro de 2011, ele foi capturado e morto, iniciando uma nova fase no país.

Com 6,5 milhões de habitantes, a Líbia se divide em três grandes regiões, controladas por clãs familiares que estabelecem núcleos próprios de poder, assim como culturas e reivindicações distintas. Para as autoridades líbias, um dos principais desafios é obter o consenso, unificando os desejos e as demandas desses clãs.