Americana condenada por assassinato será executada nesta terça

O Texas executará na noite desta terça-feira Kimberly McCarthy, 51 anos, condenada à pena de morte por assassinato cometido há 14 anos. A Suprema Corte rejeitou seu último apelo, e a execução está marcada para as 18h (21h de Brasília). Será a primeira pena capital imposta a uma mulher desde 2010 e a 13ª no cômputo geral desde que a pena foi restabelecida nos Estados Unidos em 1976.

McCarthy foi considerada culpada por matar a professora Dorothy Booth, de 70 anos, em 21 de julho de 1997. Neste dia, ela invadiu a casa de Booth, na região de Dallas, sob o pretexto de roubar açúcar. 

Usando um candelabro, ela agrediu a professora na face, esfaqueou-a inúmeras vezes e lhe cortou o dedo para roubar um anel de diamante. McCarthy tinha então 36 anos, e há 14 está no corredor da morte. Ela é negra, e sua vítima era branca. Segundo o jornal britânico Daily Mail, McCarthy será executada através de uma injeção letal.