Rebelião deixa pelo menos 50 mortos em presídio venezuelano

Brasília - Pelo menos 50 pessoas teriam morrido e quase 100 ficado feridas em um motim na prisão venezuelana de Uribana, perto da cidade de Barquisimeto, no Noroeste do país. As informações são do diretor do Hospital Central de Barquisimeto, Ruy Medina. Segundo ele, a maioria das vítimas foi ferida por arma de fogo.

O ministro venezuelano Iris Varela, responsável pelo sistema penitenciário, não quis confirmar, no entanto, o número de mortos e feridos até que as autoridades tenham analisado melhor a situação. Entre os mortos estariam presos, guardas e funcionários da prisão.