Canadense abre fogo, mata dois e fere um em tribunal nas Filipinas

Um canadense abriu fogo em um tribunal nas Filipinas e matou duas pessoas, além de ferir mais uma, na manhã desta terça-feira. O incidente aconteceu na cidade de Cebu. Segundo a mídia local, o homem estava sendo acusado de vandalismo, em ação movida pelos vizinhos, de acordo com informações da rede BBC.

Um médico e seu advogado foram mortos, e um promotor ficou ferido. 

O canadense, 65 anos, foi atingido por um tiro, mas ainda não está claro se foi a polícia ou o próprio acusado o autor do disparo. O médico seria um dos responsáveis pela abertura do caso.

O chefe da polícia Marcelo Garbo disse a uma rádio local que está sendo investigado como o réu conseguiu entrar com uma arma no tribunal. O tiroteio acontece durante um debate no Sudeste Asiático sobre o controle de armas na região.