Nevascas e frio provocam a morte de cinco pessoas na Grã-Bretanha

As nevascas na Inglaterra e Escócia provocaram a morte de pelo menos cinco pessoas, e a forte queda da temperatura levaram ao fechamento de várias escolas britânicas hoje além do cancelamento de voos no aeroporto internacional de Heathrow, o maior tráfico aéreo da Europa.    

A Grã-Bretanha registra há quatro dias uma frente fria polar e nevascas vinda da Escandinávia, que gerou caos no sistema de transporte do país.    

O mau tempo provocou a morte de cinco pessoas, entre elas, quatro pessoas atingidas por uma avalanche no último sábado na montanha de Glencoe da Escócia e uma mulher que morreu de frio no domingo no condado inglês de Kent.    

Um adolescente de 16 anos está em estado grave após ter sido atingido ontem por uma árvore enquanto usava um trenó na região de Teesside.    

Segundo o Serviço Meteorológico britânico (Met Office) as temperaturas baixas devem continuar por toda a semana, principalmente no leste da Inglaterra e Gales, e também na Irlanda do Norte.    Devido ao clima, foram fechadas hoje centenas de escolas britânicas, entre elas, 500 em Wesr Midlands, 120 em Northamptonshire e 100 em Surrey.   

A acumulação de gelo e a baixa visibilidade obrigaram o aeroporto de Heathrow, em Londres, a cancelar 10% de todos os voos, cerca de 130, para evitar maiores complicações.    

Os serviços de trens da Inglaterra também foram afetados, sofrendo atrasos e cancelamentos. Assim como o metrô de Londres, que registrou problemas em várias linhas da capital britânica.