Cicciolina lança partido e defende reabertura de prostíbulos italianos

A ex-atriz pornô Ilona Staller, mais conhecida como Cicciolina, planeja voltar à política italiana. Aos 62 anos, ela vem aparecendo em público, sempre usando trajes provocantes, para promover seu novo partido político. Ela lidera o DNA (Democracia, Natureza e Amor) ao lado de seu companheiro, o advogado Luca Di Carlo.

Segundo o jornal El País, Cicciolina e Di Carlo se apresentam como presidentes da legenda, que destaca entre suas propostas a reabertura de antigos prostíbulos, o reconhecimento da prostituição como profissão e a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

O novo partido, que já está inscrito para as eleições de 24 de fevereiro, promete também um salário mínimo para os jovens. Questionada sobre como financiaria o ordenado juvenil, ela disse: “cortando os gastos militares”.

A ex-atriz pornô foi deputada entre 1986 e 1992 pelo Partido Radical Italiano e, por isso, recebe uma pensão de 6,2 mil euros mensais. Aos 62 anos, ela divide um apartamento modesto com o filho de 19 anos, fruto do casamento com o americano Jeff Koons.