Aos 115 anos, morre a mulher mais idosa do planeta

A mulher mais velha do mundo, a japonesa Koto Okubo, morreu neste sábado aos 115 anos em um asilo de Kawasaki, informaram as autoridades locais. Nascida em 24 de dezembro de 1897, Okubo se tornou a mulher mais velha do planeta em dezembro de 2012, após o falecimento de Dina Manfredini, nos Estados Unidos, aos 115 anos.

As autoridades municipais de Kawasaki não precisaram a causa da morte. Segundo a prefeitura de Kawasaki, Koto Okubo estava acompanhada do filho, que mora no mesmo asilo da cidade. O homem mais velho do planeta é o japonês Jiroemon Kimura, 115 anos, que vive na região de Kyoto, no centro do Japão.