Intensificadas buscas por brasileiro que desapareceu em Machu Pichu

As autoridades brasileiras e peruanas intensificaram na tarde desta quinta-feira as buscas pelo estudante de Brasília Arthur Paschoali, 19 anos, que desapareceu na região de Machu Picchu. Foram divulgadas fotografias e informações detalhadas do universitário e houve pedidos de apoio aos guias turísticos que trabalham na área.

Segundo o Ministério das Relações Exteriores, Itamaraty, o cônsul do Brasil em Cuzco e o adido policial da Embaixada do Brasil em Lima acompanham de perto as buscas. O universitário desapareceu, em Machu Picchu, no último dia 21 quando avisou a amigos que caminharia pela região para fazer fotografias. Paschoali estava em Machu Picchu trabalhando em um restaurante.

Em julho de 2012, a estudante Paula Sibov, 24 anos, morreu ao cair em um abismo de 200 m de profundidade, no Vale del Colca, na Cordilheira dos Andes, sul do Peru. Ela estava no quarto ano de Medicina da Pontifícia Universidade Católica de Campinas, no interior de São Paulo.