ONU marca Dia dos Direitos Humanos pedindo mais participação popular

As Nações Unidas comemoram nesta segunda-feira (10) o Dia dos Direitos Humanos. Neste ano, o tema é a ampliação da participação na vida pública. Em mensagem sobre a data, o secretário-geral, Ban Ki-moon, disse que todos têm o direito de serem ouvidos e de participarem de decisões que afetam as suas comunidades.

Para Ban, ainda que na maior parte do mundo as mulheres já possam votar, elas ainda são minoria ou estão subrepresentadas nos Parlamentos e outros lugares de decisão.

Ele lembrou também a questão dos indígenas que ainda sofrem discriminação em várias partes do mundo. 

O secretário-geral afirmou que minorias religiosas e étnicas continuam sofrendo com preconceito. Em várias regiões, as conquistas democráticas estão sendo alvos de ameaças.

Ban Ki-moon defendeu a livre participação dos cidadãos para concorrer a cargos públicos e ter acesso a serviços do setor, sem barreiras.

E encerrou dizendo que a lei internacional é clara: a voz de todos deve contar sem importar quem seja a pessoa, de onde ela venha ou viva.