Terremoto atinge o Leste do Irã e mata oito pessoas

Um terremoto de 5,5 graus na escala Richter matou pelo menos oito pessoas no Leste do Irã. O centro sismológico do país informou que o epicentro foi a 25 quilômetros da cidade de Zohan, no sul da província de Khorasan, a uma profundidade de 9 quilômetros. Houve mais 16 tremores secundários.

O terremoto ocorreu ontem (5) às 20h38, horário da capital Teerã (1h30 de hoje, em Brasília). Há uma pessoa desaparecida. O número de feridos ainda não foi calculado. O total de vítimas, segundo as autoridades, deve aumentar pois várias pessoas apresentam estado crítico.

De acordo com relatos, muitos moradores fugiram de casa em pânico. As operações de busca tentam  localizar e resgatar pessoas presas sob os escombros. Ainda há várias regiões sem energia elétrica e o trânsito apresenta problemas.

As autoridades do Irã informaram que o país está localizado sobre falhas sísmicas e é propenso a terremotos. É comum ocorrer pelo menos um pequeno tremor por dia. Em agosto, houve um terremoto que matou mais de 300 pessoas e deixou 3 mil feridos no Noroeste do Irã, perto do Azerbaijão.

O pior terremoto da história do país foi registrado em junho de 1990, com 7,4 graus de magnitude, nas províncias Gilan e Zanjan. Mais de 40 mil pessoas foram mortas, 60 mil ficaram feridas e aproximadamente 100 mil casas foram danificadas.