Premiê: Israel tomará qualquer decisão necessária para se defender

Netanyahu acusou Hamas de "alvejar crianças" israelenses com artilharia aérea

Brasília – O premiê israelense, Benjamin Netanyahu, disse hoje (15) que seu país está "preparado para tomar qualquer ação necessária" para se defender. Em pronunciamento sobre os recentes ataques de foguetes palestinos contra o Sul de Israel e a reação do Exército israelense, Netanyahu acusou o grupo radical Hamas, que controla a Faixa de Gaza, de "alvejar crianças" israelenses com artilharia aérea.

Também hoje, autoridades de Israel disseram que três israelenses foram mortos por foguetes disparados de Gaza. Mais cedo, três militantes palestinos haviam sido mortos em um ataque aéreo em Gaza.

No mesmo pronunciamento, Netanyahu agradeceu ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ao secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, e a líderes europeus por "reconhecerem o direito de Israel de se defender".