Mais de 70% dos trabalhadores não têm seguro-desemprego, diz OIT

Segundo a Organização Internacional do Trabalho, OIT, mais de 70% dos trabalhadores em todo o mundo estão sem acesso ao seguro-desemprego. Menos da metade entre os 200 países monitorados pela OIT oferece esse tipo de assistência, a maioria, nações de rendas média e alta.

A agência da ONU ressalta que a proporção é ainda maior entre os trabalhadores que não pagaram seguro social pelo tempo mínimo necessário para receber o benefício. Nesse caso, 86% ficam sem proteção ao perder o emprego, sendo os jovens os mais afetados.

Regiões

A especialista em proteção social da OIT, Florence Bonnet, afirma que desde a crise de 2008, mais de 34 milhões de pessoas que ficaram desempregadas também se encontraram sem qualquer fonte de renda de um dia para o outro.

Na África, menos de 10% dos trabalhadores recebem seguro-desemprego, região que apresenta o pior desempenho no setor. Na América Latina e Caribe, menos de 40% estão protegidos, enquanto o benefício é fornecido a mais de 80% dos que trabalham na América do Norte e Europa.

Em junho, a OIT fez recomendações aos países sobre pisos nacionais de proteção social, pedindo a garantia de renda mínima aos trabalhadores.