Ataque aéreo em Gaza mata professor da Unrwa

A Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados Palestinos, Unrwa, confirmou nesta quinta-feira que um de seus professores foi morto durante ataque aéreo de Israel no norte de Gaza.

Marwan Abu El Qumsan tinha cerca de 50 anos e ensinava árabe em uma escola para meninos da Unrwa em Jabalia, cidade palestina perto de Gaza.

Relatos indicam que ele estava em seu carro, junto com seu irmão, que ficou seriamente ferido. A Unrwa enviou condolências à família de Marwan e considerou a perda "trágica".

Escolas Fechadas

O porta-voz da agência em Gaza, Adnan Abu Hasna, confirmou nesta quinta-feira que as escolas vão permanecer fechadas.

Ele afirmou que a Unrwa decidiu suspender as aulas por tempo indeterminado, já que a situação continua perigosa com os ataques. O porta-voz negou que funcionários teriam saído de Gaza, informando que alguns estão no local ajudando com operações de emergência.

A agência, que apoia mais de 1 milhão de pessoas em Gaza, diz estar "seriamente preocupada" com o aumento da violência entre israelenses e palestinos. A Unrwa declarou apoio ao apelo do Secretário-Geral da ONU para um fim imediato das tensões.