Candidata à Presidência propõe dar US$ 1 milhão a cada venezuelano 

Uma candidata à Presidência da Venezuela propôs, se eleita, dar US$ 1 milhão a cada cidadão, como forma de erradicar a pobreza e a violência. Reina Sequera, afirmou em entrevista à emissora de TV Globovisón que o país tem recursos suficientes - vindos especialmente da exportação de petróleo - para que todos os venezuelanos vivam bem.

De acordo com a candidata do partido Poder Laboral, o objetivo é que com esse dinheiro se cubram as necessidades dos cidadãos em sua primeira etapa de vida, na juventude e na terceira idade. "É justiça social repartir o que é de todos, não de um grupo que chega ao governo", afirmou Reina.

Entre os projetos da candidata também estão a criação de uma instituição responsável pelas divisas venezuelanas e a realização de um referendo para que a sociedade opine sobre a administração dos bens da nação.

Os venezuelanos vão às urnas no dia 7 de outubro para decidir se mantêm Hugo Chávez à frente do país ou elegem um novo representante. O principal adversário de Chávez é Henrique Caprilles, representante da coalizão MUD, que reúne 22 organizações políticas.