Cidade de Alepo é alvo de mais bombardeios na Síria 

A onda de violência na Síria se intensifica. Relatos da organização não governamental (ONG) Observatório Sírio dos Direitos Humanos indicam que a cidade de Alepo, considerada a capital econômica do país, foi novamente bombardeada. Os bairros atacados são Hanano, Al Sakhour, Al Chaar e Seif Dawla. 

Só ontem (8), a violência na Síria deixou 167 mortos - 95 civis, 54 soldados e 18 integrantes da oposição, segundo a organização. Apenas em Alepo, morreram 33 pessoas, das quais 24 eram civis e nove da oposição. 

A onda de violência na Síria ocorre há 17 meses e já provocou mais de 20 mil mortes. A oposição pressiona o presidente sírio, Bashar Al Assad, a renunciar. Os oposicionistas acusam Assad de autoritarismo, repressão e violação dos direitos humanos. O presidente nega as irregularidades e diz ser alvo de terroristas.