Governo colombiano é contra proposta de reforma constituinte

O governo da Colômbia advertiu que não irá apoiar os dois projetos de congressistas aliados ao ex-presidente Álvaro Uribe (2002-2010) que buscam convocar uma assembleia constituinte para reformar a Justiça e o sistema de reeleição presidencial.    

"O governo manifestou claramente que não vai apoiar este tipo de propostas", disse o ministro do Interior, Federico Rengifo.    

Os projeto serão apresentados pelos congressistas Juan Carlos Vélez, no Senado, e por seu colega Miguel Gómez, na Câmara de Deputados.    

Apesar do dois políticos fazerem parte de partidos governistas, são públicas suas relações com Uribe, que se tornou o principal opositor do governo de Juan Manuel Santos, que atuou como ministro da Defesa em seu mandato.