Fim da Pluna afetará mais de 15 mil passageiros 

MONTEVIDÉU - Mais de 15 mil passageiros foram afetados pela suspensão das operações da companhia aérea uruguaia Pluna, que enfrenta uma crise financeira.

O presidente da Associação de Agências de Viagens (Audavi) do Uruguai, Sergio Bañales, disse que 10 mil uruguaios que sairiam de férias neste inverno não poderão viajar, sendo que outros cinco mil serão atingidos na Argentina e no Brasil.

"Essa situação é muito grave e afeta a imagem do Uruguai", afirmou Bañales, ressaltando que a suspensão das operações é "uma medida totalmente irresponsável e foi tomada sem nenhuma consulta, às vésperas das férias de julho, prejudicando muitas famílias que pretendiam viajar nesta data".

A maior parte dos bilhetes da Pluna havia sido vendida para vôos em Santiago do Chile, Cataratas do Iguaçu, Rio de Janeiro, São Paulo e Buenos Aires.