Corte Internacional indefere pedido de Karadzic para anular acusações 

O Tribunal Penal Internacional para a ex-Iugoslávia indeferiu o pedido de anulação de todas as acusações contra o ex-líder sérvio-bósnio Radovan Karadzic.

A série de 11 acusações contra o ex-presidente inclui crimes de guerra e contra a Humanidade, cometidos na Bósnia-Herzegovina entre 1992 e 1995. Karadzic, que também era chefe do exército sérvio, nega as acusações.

Srebrenica

O tribunal aceitou, no entanto, a retirada da acusação de genocídio na Bósnia-Herzegovina, mas o ex-presidente será julgado pela acusação de genocídio em Srebrenica, onde pelo menos 8 mil meninos e homens muçulmanos foram mortos, em 1995.

Em julho de 1995, Karadzic foi indiciado e transferido para o TPI, três anos após estar foragido.

O julgamento teve início em 2009, e espera-se que seja retomado em outubro.