EUA liberam documentos encontrados em complexo de Bin Laden 

O governo americano liberou nesta quinta-feira documentos secretos apreendidos dentro do complexo de Abbotabad, onde o terrorista Osama bin Laden se escondeu por anos. Os arquivos de cerca de 200 páginas trazem, entre outras coisas, correspondências escritas e direcionadas a Bin Laden.

Os documentos foram encontrados na operação que culminou com a morte do antigo líder da Al-Qaeda em 2 de maio do ano passado.

Entre as revelações dos documentos, está a de que Bin Laden continuou planejando outro ataque terrorista massivo nos Estados Unidos. Em uma das cartas, ele deseja que aviões carregando o presidente americano, Barack Obama, sejam especificamente alvejados, alegando que o assassinato elevaria um "totalmente despreparado" Joe Biden (vice-presidente) à presidência e os Estados Unidos à crise. Ele também pede que o general americano David Petraeus seja alvejado.

Ainda não se sabe se uma nova parte do material será divulgada, mas as autoridades já confirmaram que uma parcela considerada confidencial permanecerá secreta.