Mulher é presa por levar filha de 5 anos para fazer bronzeamento

Uma mulher foi acusada de causar queimaduras à filha de 5 anos ao levá-la para fazer bronzeamento artificial. Patricia Krentcil, 44 anos, da cidade de Nutley, Nova Jersey, se declarou inocente nesta quarta-feira da acusação de abuso infantil.

Na audiência, ocorrida na corte de Newark, Krentcil disse que as acusações são uma mentira. "É tudo inventado", afirmou a mulher. Ela disse à agência AP que a menina se queimou por ficar na rua em um dia de sol e calor.

O Estado de Nova Jersey proíbe que crianças com menos de 14 anos façam bronzeamento artificial.