Obama: Afeganistão será responsável pela própria segurança em 2015

O Afeganistão será totalmente responsável pela própria segurança no final de 2015, disse nesta terça-feira o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, em visita surpresa ao país asiático. "Foi aqui que Bin Laden se estabeleceu (...), faz 10 anos que os EUA querem se certificar de que a Al-Qaeda nunca mais utilizará esse país contra nós", disse ele.

Obama discursou na base aérea de Bagram após uma reunião com o presidente afegão, Hamid Karzai, na qual os dois assinaram um acordo de cooperação quando se completar a retirada das tropas da Otan, em 2014. O líder dos EUA disse que o acordo assinado garante que a "a guerra acaba e um novo capítulo começa".

O presidente americano disse que o objetivo de derrotar a Al-Qaeda está agora "ao nosso alcance", mais de uma década depois dos atentados de 11 de setembro. Obama disse saber que muitos norte-americanos estão cansados da guerra, mas salientou que era preciso "terminar o trabalho" e acabar com o conflito afegão de forma responsável. "Eu não vou manter os americanos em perigo um único dia além do absolutamente necessário para a nossa segurança nacional. Mas devemos terminar o trabalho que começamos no Afeganistão, e acabar com essa guerra de maneira responsável", disse.

Obama fez um novo apelo aos insurgentes talibãs para avançar com conversas de reconciliação. Ele disse que o "caminho da paz" está diante dos talibãs, que podem ser parte do futuro se "romperem com a Al-Qaeda".

Com informações das agências AFP e Reuters.