Presidente do México inicia viagem à América Latina

O presidente do México, Felipe Calderón, inicia hoje um giro pela América Latina, que inclui Cuba e Haiti e termina na Colômbia, onde participará da 4ª Cúpula das América nos dias 11 e 12 de abril.    

Esta será a primeira oportunidade que o mandatário mexicano terá em sua gestão para visitar Cuba. 

A Presidência mexicana informou ontem que sua passagem pelo país pretende "fortalecer os históricos laços de fraternidade que existem entre ambos os povos" e "construir uma nova agenda para aproveitar as oportunidades econômicas de investimento e comércio no marco das mudanças econômicas empreendidas pelo governo cubano".    

Em sua agenda de dois dias no país, está previsto que Calderón se reúna com o colega Raúl Castro e o líder da Assembleia Nacional, Ricardo Alarcón. Não se mencionou se ele se reunirá com o ex-mandatário Fidel Castro.    

O mexicano seguirá sua viagem ao Haiti, onde, em Porto-Príncipe, pretende "fortalacer o diálogo e a cooperação" entre os países e "avaliar as ações de colaboração" para "promover o desenvolvimento e bem-estar" dos haitianos, assinalou a nota da Presidência.    

O comunicado oficial ressaltou que o México "foi um ativo e solidário participante, principalmente em matéria de infraestrutura para escolas, clínicas e mercados públicos, após o severo terremoto de 2010 que castigou o país caribenho".    

Ao fim, Calderón viajará para a Colômbia, onde, além do encontro de chefes de Estado, também participará da Cúpula Empresarial das Américas.    

No comunicado, a Presidência mexicana indicou que o país pretende, na Cúpula das Américas, buscar "consensos" nos temas de segurança e combate ao crime organizado transnacional, além do desenvolvimento da região.