Policiais são condenados na Itália por agressão a transexual brasileira

Quatro policiais foram condenados hoje em La Spezia, localidade no norte da Itália, por agredirem fisicamente uma transexual brasileira. A juíza Diana Brusacà condenou o policial Cristian Zedda a três anos de prisão por ter agredido fisicamente a transexual registrada oficialmente como Edvaldo das Neves, que sofreu várias fraturas, em março de 2009 na cidade italiana.    

Os agentes Antonio Borzonasca, Silvano Adreazzoli e Fabio Lucchesi também foram condenados: o primeiro a um ano e oito meses, e os outros dois a oito meses, por ficarem passivos diante das agressões.    

A transexual foi considerada inocente da acusação de resistência e calúnia contra os policiais envolvidos no caso.    

Os advogados dos policiais já anunciaram que irão recorrer da sentença.