Discurso de Putin no Parlamento russo é antecedido devido a protesto 

Dezenas de manifestantes realizaram um protesto nos arredores do prédio da Duma (Câmara Baixa do Parlamento russo) no centro de Moscou na manhã desta quarta-feira, onde o presidente eleito Vladimir Putin fará um discurso sobre os resultados alcançados na economia em sua última fala ao Parlamento como primeiro-ministro.

O oposicionista Sergei Udaltsov, um dos líderes da manifestação, foi detido e levado para um ônibus policial que permanece a postos ao lado do prédio fortemente cercado por policiais. 

Será o primeiro grande discurso oficial depois de sua conturbada vitória nas eleições presidenciais no início do mês passado.

Membros da oposição usando fitas brancas formaram uma grande corrente humana ao redor da Duma para simbolizar seu desagrado pela presença de Putin, que substituirá Dmitry Medvedev na presidência do país, cargo que já ocupara antes de se tornar premier.