Coreia do Norte prepara lançamento de satélite, mesmo sob pressão internacional 

Em oposição aos apelos da comunidade internacional, o governo da Coreia do Norte prepara o lançamento de um satélite ao espaço que é suspeito de servir para testes militares e nucleares. Autoridades informaram que hoje (10) foi finalizada a instalação do satélite no foguete que será usado no lançamento, previsto para ocorrer entre os dias 12 a 16 de abril.

Diferentemente das autoridades norte-americanas e japonesas que desconfiam de fins militares e nucleares da operação, o governo da Coreia do Norte informou que o lançamento do satélite tem  fins científicos. Autoridades japonesas já reforçaram o esquema de segurança na região de Tóquio.

O governo da Coreia do Sul informou que o lançamento do satélite vai reforçar o isolamento de seu vizinho, referindo-se à Coreia do Norte. Autoridades da Rússia disseram que os norte-coreanos desprezam e violam uma resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas. Pela resolução,  todo tipo de lançamento com tecnologia de foguetes balísticos com fins militares ou civis está suspenso.

As autoridades da China, país aliado da Coreia do Norte, pediram mais calma às partes envolvidas. Ontem (9), os Estados Unidos pressionaram as autoridades chinesas no sentido de convencerem os norte-coreanos a desistir do projeto.