Papa pede o fim do derramamento de sangue na Síria

Durante a mensagem 'Urbi et orbi" ( à cidade e ao mundo), neste domingo de Páscoa, o papa Bento XVI pediu o fim do derramamento de sangue na Síria e condenou as perseguições sofridas pelos cristãos em todo o mundo.

Sobre a Síria, Bento XVI disse que já está na hora do diálogo e da reconciliação, para que termine o derramamento de sangue de inocentes.

E ao citar os conflitos no Oriente Médio e em outras regiões, o papa lembrou que "Cristo é a esperança para as comunidades cristãs que mais provas sofrem por causa da fé, por discriminação e perseguição.

A mensagem 'Urbi et orbi' foi pronunciada pelo pontífice da sacada da Basílica de São Pedro.


Com agência Ansa