Caça da Marinha bate em prédio nos EUA e pilotos se salvam 

Um caça F/A-18 Hornet colidiu com um prédio residencial em Virginia Beach, no Estado da Virginia, nesta sexta-feira, segundo confirmou a Marinha americana à rede de notícias local Wavy. Os dois pilotos da aeronave conseguiram se ejetar do avião em segurança, mas um deles ficou ferido, assim como uma pessoa que estava no chão.

Segundo a rede de notícias CNN, dois prédios foram incendiados após a colisão. Imagens de televisão mostraram que os edifícios sofreram grandes danos. Uma pessoa que estava na área também ficou ferida. No entanto, não há informações sobre a gravidade dos ferimentos dela e do piloto.

Segundo a porta-voz do Departamento de Polícia de Virginia Beach, Grazia Moyers, o acidente aconteceu por volta do 12h30 (13h30 no horário de Brasília). Um representante da Marinha confirmou que um dos pilotos foi levado a um hospital local após se ejetar da aeronave. A corporação também confirmou que a aeronave fazia parte de uma esquadra de treinamento.

Uma testemunha disse à CNN que viu o avião voando baixo, com a frente para cima e a cauda para baixo, despejando combustível. "O fato dele não ter causado mais danos aos apartamentos é uma benção", disse George Pilkington.

"Havia chamas saindo da parte de trás da aeronave, do motor. Vi um piloto se ejetar", disse Jon Swain, que testemunhou o acidente, à televisão MSNBC. "Acho que havia dois, mas só vi um deles. Provavelmente cinco segundos mais tarde, a aeronave chocou-se contra o prédio. Tudo ficou em chamas. Algumas pessoas saíram correndo do prédio", acrescentou.

Não há informações sobre as causas do acidente. Uma densa camada de fumaça foi vista na área da estrada Birdneck, onde teria acontecido a colisão, por volta do 12h30 (horário local), segundo a Wavy.