Arábia Saudita anuncia o fechamento de embaixada em Damasco 

RIAD, Arábia Saudita - A Arábia Saudita fechou sua embaixada em Damasco, retirando da Síria os diplomatas credenciados no país, anunciou a chancelaria saudita nesta quarta-feira, segundo a agência oficial SPA.

"Devido aos acontecimentos na Síria, o reino saudita fechou sua embaixada em Damasco e retirou todos os diplomatas" do país, declarou um porta-voz do ministério das Relações Exteriores, sem dar mais detalhes.

No começo de agosto, o rei Abdullah havia convocado o embaixador saudita em Damasco para "consultas", ao mesmo tempo em que exortava os dirigentes sírios a "fazer parar a máquina de morte e o derramamento de sangue".

Na segunda-feira, o ministro sírio da Informação, Adnan Mahmud, havia dito à AFP que a Arábia Saudita e o Catar eram "cúmplices" da ação de "bandos terroristas" na Síria, pelo que tinham responsabilidade pelo derramamento de sangue no país