Crianças se escondem para fumar e provocam incêndio em castelo 

Duas crianças são suspeitas de provocar um incêndio que destruiu parte do antigo castelo gótico de Krasna Horka, no leste da Eslováquia. Os meninos, de 11 e 12 anos, haviam ido às proximidades do local para fumar escondidos.

Os fósforos que teriam sido usados e jogados fora pelo meninos iniciaram um incêndio no local, que se espalhou rapidamente e atingiu o castelo do século 13. Os dois meninos, que não podem ser julgados pelos danos causados, foram encontrados por bombeiros nas imediações do castelo com uma caixa de fósforos em seu poder.

"Uma unidade foi enviada para o local e encontrou meninos, de 11 e 12 anos, tentando acender um cigarro. Por causa do uso descuidado de fósforos, eles incendiaram a grama na colina do castelo", disse à agência ReutersJana Mesarova, porta-voz da polícia da região de Kosice.

O castelo de Krasna Horka foi construído no século XIII e abrigava vários museus em seu interior. No entanto, os trabalhadores de resgate conseguiram salvar cerca de 90% das coleções históricas que haviam no local. O fogo provocou o desabamento de parte telhado, destruiu uma torre e três sinos, que derreteram no incêndio.