Tornados deixam dezenas de mortos nos Estados Unidos

CHICAGO, 3 março 2012 (AFP) - Ao menos 14 pessoas morreram e a pequena cidade de Marysville foi arrasada nesta sexta-feira com a passagem de 70 tornados pelo centro dos Estados Unidos, informaram as autoridades.

Em Indiana, os tornados mataram um homem no condado de Clark, outras duas pessoas morreram em Holton, e mais seis faleceram nos condados de Jefferson e Scott, segundo o departamento estadual de segurança.

No Kentucky, as autoridades confirmaram cinco mortes e o governo estadual pediu a ajuda da Guarda Nacional para as operações de busca e resgate.

O prefeito de Marysville, na fronteira entre Indiana e Tennessee, revelou que a cidade "foi riscada do mapa".

Em Henryville, a escola local foi destruída, mas todos os alunos escaparam a tempo, apenas com ferimentos leves.

Além de Indiana e Kentucky, os tornados atingiram Alabama, Tennessee e Illinois.

Imagens exibidas pela TV americana mostram ônibus virados, prédios destruídos e casas de madeira que tiveram apenas a base preservada.

No Alabama, a maioria dos tornados desta sexta atingiu o condado de Madison, onde casas foram arrancadas, automóveis, virados, e linhas de energia e árvores, derrubadas.

O serviço meteorológico informou que há "gente presa nos escombros com lesões" em Madison, mas não há registro de óbitos.

O Serviço Meteorológico Nacional recebeu 74 informes de tornados, em sete estados dos EUA, até o início da noite desta sexta-feira. Desde o começo da semana, ocorreram 126 tornados no centro dos Estados Unidos.

Esta segunda onda de tornados que varre o centro dos Estados Unidos ocorre no momento em que a população se recupera de outra série de tornados, que matou 13 pessoas no início da semana.

Um alerta para tornados "particularmente perigosos" havia sido emitido no início da noite para Indiana, Kentucky e Ohio.

O serviço meteorológico nacional informou a possibilidade "de tornados destrutivos, granizo de até 6,4 centímentros, rajadas de ventos de até 112 km por hora e relâmpagos perigosos" durante a noite desta sexta-feira.

Na quarta-feira, a cidade de Harrisburg, em Illinois, foi a mais atingida por um grande tornado que devastou uma ampla área, deixando seis mortos e mais de 100 feridos.

Em 2011, os tornados mataram 545 pessoas nos Estados Unidos, no que foi a temporada mais mortífera destes fenômenos desde 1936.