Tornados deixam 32 mortos no meio-oeste e sul dos EUA 

Os tornados que castigam sete Estados do meio-oeste e do sul dos Estados Unidos já deixaram ao menos 32 mortos desde sexta-feira. Segundo informações da rede de televisão CNN, entre as vítimas, 15 estavam em Indiana, 13 em Kentucky, três em Ohio e uma no Alabama.

No total, foram pelo menos 80 tornados que também deixaram pessoas feridas e fizeram estragos materiais nos estados do Tennessee, Mississipi e Virgínia Ocidental.

O governador do Kentucky, Steve Beshear, declarou durante a tarde desta sexta-feira estado de emergência devido aos graves danos causados pelos fortes ventos, o que permitirá o desdobramento da Guarda Nacional e a ajuda às zonas mais afetadas.

As autoridades advertiram que a situação meteorológica vai piorar com o passar das horas, durante a noite e madrugada, à medida que as tempestades se deslocam rumo ao norte.

Nos Estados de Ohio, Kentucky, Indiana e Mississipi, várias fortes tempestades e tornados afetam o território desde quarta-feira pela instabilidade meteorológica. Nesta sexta-feira, foram ativados novos planos de emergência.

Os tornados destruíram o teto de uma prisão de segurança máxima no norte do Estado, onde as autoridades estaduais disseram ter a situação "sob controle", e provocaram danos materiais em uma escola, além de dezenas de imóveis.

As áreas das cidades de Meridianville e Athens, no norte do Alabama, sofreram com a passagem de um tornado na manhã desta sexta-feira, que causou danos em várias casas, informou a emissora local WBRC.

Dos Estados mais ao norte, como Ohio e Kentucky, a instabilidade meteorológica se transferiu nas últimas horas ao norte e ao centro dos estados do Alabama, Mississipi e Geórgia, que devem ser atingidos por várias tempestades, ventos fortes, granizo e tornados, informou o Serviço Nacional de Meteorologia.