Rebeldes anunciam morte de 150 soldados na fronteira do Sudão

Os rebeldes sudaneses anunciaram nesta terça-feira que mataram 150 soldados do Exército oficial em combates na fronteira em disputa com o Sudão do Sul.

O Exército sudanês desmentiu o balanço e afirmou que durante os combates matou "um número considerável" de rebeldes que, segundo Cartum, contam com o apoio do Sudão do Sul. Ao mesmo tempo ameaçou responder o vizinho.

Os rebeldes afirmaram que as mortes aconteceram no domingo durante um "ataque surpresa" contra uma base do governo na área de Jau.

O anúncio foi feito por Arnu Ngutulu Lodi, do Movimento de Libertação do Povo do Sudão-Norte (SPLM-N).