Mais de 100 mortos em confrontos entre tribos do sul da Líbia 

Os combates travados há duas semanas entre tribos do sudeste desértico da Líbia deixaram mais de 100 mortos e milhares de deslocados, indicaram nesta segunda-feira à noite as Nações Unidas, acrescentando que a região ainda estava sob tensão, apesar de uma trégua.

"Mais de 100 pessoas foram mortas nesses combates e a metade da população de Kufra se refugiou em outros lugares", indicaram agências da ONU em um comunicado comum divulgado após uma missão de avaliação no terreno.

Esse registro corresponde ao apresentado há uma semana à AFP por fontes tribais dos Tubus e dos Zuwaya, que se enfrentam desde 12 de fevereiro.

Unidades do Exército entraram nesta sexta-feira em Kufra e conseguiram estabelecer uma trégua.

Apesar da interrupção das hostilidades, as Nações Unidas ressaltam que "a situação permanece tensa em Kufra", onde 200 imigrantes estrangeiros tentam deixar a região.

Kufra, cidade de 40.000 habitantes situada a sudeste da Líbia, localizada na fronteira com Chade, Sudão e Egito, é um ponto de passagem estratégico de contrabandistas do deserto.