Usina de Fukushima registra alta temperatura em reator 

A empresa que administra a central acidentada de Fukushima registrou nesta segunda-feira um novo aquecimento em um ponto do reator 2, mas na ausência de outros indícios determinantes, acredita que se trata de uma avaria em um termômetro.

Um dos três instrumentos de medição indicava na manhã desta segunda-feira 91,2 graus Celsius, um nível que aumenta a cada dia, apesar das injeções de água de refrigeração.

A Tepco joga quase 17 toneladas de água por hora no reator.

Os outros dois termômetros, situados na mesma altura, seguem indicando uma temperatura inferior a 35 graus Celsius, em queda, como os outros localizados mais abaixo.

Além disso, as amostras não revelaram a presença de gases como os isótopos de xênon 133 e 135, que representariam a existência de uma reação de fissão nuclear.