Israel rejeita apelação de prisioneiro palestino em greve de fome 

Um tribunal militar israelense rejeitou nesta segunda-feira a apelação do prisioneiro palestino Khader Adnane, que se encontra em greve de fome há 58 dias e cuja saúde se deteriora rapidamente, informou seu advogado, Jawad Bulos.

"O juiz do tribunal militar rejeitou a apelação e aprovou a ordem de prisão administrativa" ditada contra o prisioneiro, disse Bulos à AFP, informando que Adnane está disposto a manter sua greve de fome.