Fotógrafo francês é assassinado em praça no centro de Buenos Aires

Um fotógrafo francês de 52 anos foi assassinado nesta quarta-feira a facadas durante uma tentativa de assalto em uma praça no centro de Buenos Aires, informou uma fonte da polícia metropolitana à AFP.

"A vítima é um cidadão francês identificado como Laurent Schwebel, que estava hospedado em um hotel no centro e tinha em seu poder um cartão que dizia 'fotógrafo naturalista'", informou a fonte.

O fato ocorreu em frente ao monumento em homenagem aos soldados argentinos mortos na guerra das Malvinas, na praça San Martín, no bairro de Retiro.

O homem "morava na França e estava de passagem por Buenos Aires, fazia pouco tempo que estava na cidade, a lazer", disse à AFP a vice-cônsul da França, Camille Pauly.

A família da vítima vive na França e "foi informada pelo consulado", disse Pauly.

Schwebel foi assassinado na manhã desta quarta-feira quando aparentemente resistiu a uma tentativa de roubo de sua câmera fotográfica enquanto retratava o monumento, segundo a polícia.

Um jovem de 20 anos foi detido pela polícia pouco depois.