Iraque executa 14 condenados à morte

O Iraque executou nesta terça-feira 14 condenados à morte por "terrorismo e atividades criminosas", indicou nesta quarta-feira uma fonte do ministério da Justiça, o que eleva para 65 o número de execuções no correr de 2012.

Em pouco mais de um mês, o número de execuções alcança quase o número total de penas capitais de 2011, quando 68 pessoas, entre as quais três mulheres e três estrangeiros, foram executadas.

Segundo a fonte, a maioria de executados é de membros da Al-Qaeda.

A Alta Comissária da ONU para Direitos Humanos, Navi Pillay, declarou há duas semanas estar abalada por estas execuções e que dirigiu-se ao governo iraniano "pedindo a aplicação imediata de uma moratória para a pena de morte".