Rússia não pode apoiar a resolução da ONU para a Síria 

MOSCOU - A Rússia não pode apoiar como está o novo projeto de resolução do Conselho de Segurança da ONU, que condena a repressão na Síria, declarou nesta sexta-feira o vice-ministro das Relações Exteriores, Guennadi Gatilov.

"Recebemos (o projeto marroquino de resolução). Foram levadas em conta algumas de nossas preocupações, mas não é suficiente para que possamos apoiá-lo tal como está", declarou Gatilov, citado pela agência Interfax.

Na nova versão do projeto de resolução, o Conselho de Segurança já não pede explicitamente que o presidente Bashar al Assad deixe o poder, nem menciona um embargo de armas ou mesmo novas sanções.

Gatilov acrescentou que não está previsto que nos próximos dias esse texto seja votado.