Técnico de time egípcio afirma ter levado socos e pontapés em briga

O técnico do Al-Ahly, Manuel José, falou à SIC, canal de TV de Portugal, sobre a tragédia desta quarta-feira, quando a torcida do seu time invadiu o gramado junto dos torcedores adversários, do Al-Masry, para brigarem em campo, num conflito que provocou pelo menos 73 mortes.

José declarou ter levado socos até conseguir chegar ao vestiário, com a ajuda de seguranças.

"Mal terminou o jogo, tentei ir para o vestiário. Colocaram seguranças à minha volta, mas ainda levei uns socos e pontapés na cabeça e no pescoço. Mas estou bem", comentou o treinador, ainda de dentro do estádio.

Manuel José ainda disse estar repensando sua estadia no Egito, após mais um incidente. "Vou repensar a minha vida. Gosto muito de estar aqui e sou bem tratado por todos, mas não há condições", completou.