Mulher joga farinha em candidato à presidência na França 

Uma mulher jogou farinha no candidato socialista à presidência francesa, François Hollande, em uma manifestação nesta quarta-feira sobre a má qualidade das habitações populares em Paris, constatou um jornalista da AFP.

O incidente aconteceu quando o candidato, favorito nas pesquisas eleitorais, acabava de proferir seu discurso e estava prestes a assinar o "contrato social", escrito pela Fundação Abbé Pierre, solicitando "uma verdadeira mudança na orientação política" de habitação.

Uma mulher se aproximou e jogou farinha. Ela foi retirada imediatamente pela polícia.

As motivações de seu ato ainda não foram esclarecidas, mas a mulher se disse "absolutamente sem recursos porque a lei deixou de ser aplicada", em entrevista ao canal de televisão francês BFMTV.

Questionado pela imprensa, François Hollande afirmou "não ter visto muita coisa", evocando o "ato de uma pessoa irresponsável".

"Ela tentou usar esta reunião para outros fins", acrescentou.

"O mais importante foi transmitir a minha mensagem sobre a habitação popular e ser bem acolhido por esta fundação".

Sobre um eventual reforço de seu esquema de segurança, o candidato socialista disse: "Não, eu não quero isso. Eu assumo os riscos que um candidato deve correr quando quer alcançar os jornalistas, os franceses. São os riscos da profissão".