A crise síria ganha um "contorno perigoso", diz chefe da ONU 

BEIRUTE - O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse neste sábado, durante um encontro em Beirute com o ministro das Relações Exteriores turco, Ahmet Davutoglu, que a crise na Síria está ganhando "um contorno perigoso", informou o porta-voz do dirigente da ONU.

Ban e Davutoglu, presentes na capital libanesa para participar de uma conferência da ONU sobre a democracia nos países árabes, conversaram à noite e "discutiram assuntos regionais, em particular a situação na Síria, assim como a do Irã e do Chipre", informou o porta-voz da ONU, Martin Nesirky, em um comunicado.

"O secretário geral afirmou que o contorno perigoso que a crise na Síria está ganhando é um motivo de grande preocupação", acrescentou o porta-voz.