Projorov tem assinaturas necessárias para candidatura na Rússia?

O multimilionário russo Mikhail Projorov reuniu as duas milhões de assinaturas de cidadãos necessárias para ser registrado como candidato independente à eleição presidencial da Rússia de 4 de março, anunciou nesta sexta-feira sua porta-voz, Olga Stukalova.

"Obtivemos as assinaturas", declarou a porta-voz à AFP, acrescentando que a lista que as reúne será apresentada perante a Comissão Eleitoral central na terça-feira.

Os partidários de Projorov, de 46 anos, que possui a terceira fortuna da Rússia, com 18 bilhões de dólares, segundo a revista Forbes, tinham a meta de conseguir 2,1 milhões de assinaturas - o máximo autorizado por lei - para garantir que ele seja registrado como candidato, acrescentou Stukalova.

Em outras ocasiões, a Comissão Eleitoral rejeitou candidaturas de opositores, considerando que as assinaturas foram falsificadas.

Em dezembro, Projorov anunciou sua decisão de ser candidato às eleições presidenciais, que terão na disputa o primeiro-ministro Vladimir Putin, que já cumpriu dois mandatos como chefe de Estado, de 2000 a 2008.

A decisão de Projorov foi interpretada por alguns setores como parte de um "plano do Kremlin" destinado a acalmar as manifestações de protesto sem precedentes organizadas depois da vitória nas legislativas do partido no poder, Rússia Unida, de Vladimir Putin.

No entanto, Projorov afirmou que não informou Putin antecipadamente sobre sua decisão.