EUA: maratona republicana continua com segundo debate em New Hampshire

Os candidatos republicanos à presidência americana continuam neste domingo sua maratona eleitoral em New Hampshire com um segundo debate televisionado, a poucas horas de terem concluído o primeiro, no sábado à noite.

Este novo debate está previsto para as 9h deste domingo (12h de Brasília) em Concord, apenas 10 horas após a realização de um destes eventos na noite de sábado, durante uma hora e meia, na universidade de St. Anselm, perto de Manchester.

O confronto de opiniões é realizado a 48 horas das eleições primárias em New Hampshire (nordeste), as primeiras do país, que permitirão, estado por estado, designar o republicano que enfrentará o presidente Barack Obama nas eleições presidenciais de novembro.

Durante o debate de sábado, Mitt Romney, ex-governador multimilionário de Massachussetts, favorito nas pesquisas, precisou enfrentar os ataques de vários dos candidatos republicanos, tanto sobre seu passado como homem de negócios como sobre seu balanço como ex-governador de Massachussetts.

Mas Romney não hesitou e concentrou seus ataques sobre Obama, um "presidente que não teve a experiência em relação à liderança, nem jamais dirigiu uma empresa, uma cidade ou um estado", e que colocou "os Estados Unidos em um caminho de decadência", disse.

Romney, de 64 anos, candidato pouco carismático, ainda luta para convencer a base republicana, que o avalia como muito moderado, embora o aparato partidário republicano tenha se situado progressivamente a seu favor.

Já obteve a vitória, muito apertada, nos "caucus" de Iowa na terça-feira, e as pesquisas em New Hampshire dão a ele uma vantagem de mais de 20 pontos em relação aos seus opositores. Também está à frente das intenções de voto na Carolina do Sul, próximo estado a organizar suas primárias, em 21 de janeiro.