Homens armados disparam contra funeral e matam 17 na Nigéria 

Homens armados abriram fogo contra cristãos que participavam esta sexta-feira em um funeral no norte da Nigéria, matando 17 pessoas no mais recente de uma série de ataques registrados na região, aumentando o temor por confrontos sectários.

"Houve um ataque na noite passada no Hotel Good Will em que cinco pessoas foram mortas, todas Igbos, e hoje, alguns amigos e pessoas próximas dos mortos no ataque se reuniram em sua casa para chorar a sua morte", contou o morador Zubairu Abdulaziz sobre o incidente na cidade de Mubi.

"Infelizmente, alguns homens armados ainda não identificados chegaram à casa e mataram 17 pessoas", emendou.

Um funcionário da Agência Nacional de Socorro indicou, citando moradores locais, que três pessoas morreram na madrugada desta quinta-feira e outros 17 no ataque desta sexta-feira em Mubi.

Trata-se do último ataque na Nigéria contra cristãos. A seita islamita Boko Haram reivindicou outros previamente, entre eles uma série de atentados no dia de Natal contra igrejas.

Também na noite de quinta-feira, homens armados abriram fogo contra fieis que rezavam numa igreja de Gombe (norte) e mataram seis pessoas.