Bolívia, Itália e Brasil assinam acordo para evitar incêndios na Amazônia

Bolívia, Brasil e Itália assinaram nesta sexta-feira em La Paz um convênio de cooperação de mais de 3,3 milhões de dólares para realizar durante os próximos 36 meses campanhas de capacitação cidadã para a prevenção de incêndios na Amazônia boliviana.

"O objetivo do convênio é reduzir a incidência de incêndios na região amazônica da Bolívia, através da implementação de práticas alternativas ao uso do fogo, o que contribuirá para a proteção do meio ambiente", disse a chancelaria boliviana em comunicado.

Do total, a Itália aportará mais de 1,9 milhão de dólares (1,5 milhão de euros), o Brasil mais de 1,3 milhão de dólares e a Bolívia, cerca de 735.000 bolivianos (cerca de 105.000 dólares), completou o ministério boliviano.

O entendimento foi assinado pelo chanceler boliviano, David Choquehuanca, e pelos embaixadores Luigi de Chiara (Itália) e Marcel Biato (Brasil).

A Bolívia enfrenta entre junho e setembro de cada ano uma série de queimadas para a semeadura, principalmente na Amazônia, e tem limitações financeiras e técnicas para controlar os incêndios.